Tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos


Nos últimos posts, eu falei sobre os sintomas e diagnóstico da Síndrome dos Ovários Policísticos. Hoje, você vai saber mais sobre os tratamentos da SOP.

Por atingir vários setores do organismo, a SOP exige um tratamento diversificado e multidisciplinar, procurando diminuir os sintomas e impedir que novos cistos cresçam, mas sempre levando em conta os desejos e planos da paciente.

Quando a mulher não tem planos de engravidar, o anticoncepcional oral pode ser uma boa solução para a patologia. Além de combater os sintomas, a pílula ajuda a regularizar os hormônios e manter a doença mais controlada.

As intervenções cirúrgicas só são indicadas em casos extremos em que os ovários aumentam muito de tamanho ou quando os cistos estão muito grandes.

Em alguns casos, a Síndrome dos Ovários Policísticos está associada a alterações na produção de insulina. Dessa forma, medicamentos para diabetes podem ajudar a tratar a síndrome.

O controle da alimentação e a prática regular de atividades físicas também são fatores importantes no tratamento da SOP. Cabe ao ginecologista e à paciente definirem juntos o recurso mais adequado. No último post da série, falarei sobre a relação entre infertilidade e a Síndrome dos Ovários Policísticos. Não perca!

·         Para conferir outros posts sobre esse assunto clique aqui.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

1 Comentários