Outubro Rosa – Parte 3 – Você está realizando o autoexame corretamente ?

Bom dia, meninas! No último post, eu apontei alguns sintomas e sinais do câncer de mama! Hoje, eu vou falar sobre uma atitude muito importante: o autoexame das mamas.

Uma pesquisa do Instituto Nacional de Câncer (INCA) apontou que esse é o método mais usado pelas brasileiras para a detecção da doença. Por isso, realizar o exame de forma correta é essencial para a sua saúde.

É importante ressaltar que o autoexame não é a forma principal de prevenção, e deve ser usado como medida secundária e complementar à mamografia, que é o meio mais eficaz de detectar tumores em estágio inicial.

Confira algumas dicas para fazer a palpação das mamas da melhor forma:

- Fique atenta ao seu ciclo menstrual. Evite fazer esse exame em dias próximos a sua menstruação. Nesse período, é comum o surgimento de cistos que desaparecem em seguida;

 - O exame deve ser realizado em três etapas: em frente ao espelho, de pé (preferencialmente no chuveiro) e deitada;

- Com os braços caídos e soltos ao lado do corpo, observe a superfície das mamas. Procure irregularidades no tamanho, retrações ou sinais de inchaço. Faça o mesmo processo com os braços levantados; 

- Durante o banho é mais fácil de fazer a palpação. Deixe um dos braços apoiados atrás da cabeça e apalpe as mamas cuidadosamente em movimentos circulares (sempre oriento as pacientes a fazer a palpação com as mãos cheias de espuma, assim é possível deslizar com mais facilidade durante a palpação das mamas).

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários