Outubro Rosa – Câncer de Mama e fertilidade

Bom dia, meninas.

 Hoje é o último post da série especial sobre o movimento Outubro Rosa. Ao longo deste mês, você acompanhou aqui no Blog as principais questões relacionadas ao câncer de mama. Para finalizar, vou falar sobre a preservação de fertilidade para mulheres que já foram diagnosticadas com a doença.

Os tratamentos para a eliminação dos tumores malignos podem acabar danificando a qualidade dos óvulos, o que diminui a probabilidade de uma gravidez. Por isso, mulheres que pretendem engravidar após a doença, têm mais chances de concepção quando submetidas a procedimentos de reprodução assistida.

Dependendo do tipo de câncer e do estágio de diagnóstico da doença, a paciente pode optar por um processo de congelamento de óvulos. Nesse caso, o procedimento dura cerca 12 a 15 dias, e após esse período, a paciente poderá iniciar as sessões de quimioterapia. 

Então, se você tiver um diagnóstico de câncer de mama e pretende preservar a fertilidade, converse com o seu ginecologista e com o oncologista. Não desista do sonho da maternidade!  

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários