Mitos e verdades sobre a gravidez de gêmeos

A gravidez gemelar tem se tornado uma condição cada vez mais comum devido ao maior acesso aos métodos de reprodução assistida e ao adiamento da maternidade.  Ao longo dos anos, surgiram muitos mitos a respeito desse assunto e por isso, pretendo esclarecê-los no post de hoje.

A gravidez gemelar não dura 40 semanas

DEPENDE. Uma das maiores discussões em relação à concepção de gêmeos é a afirmação que não é possível levar a gravidez até a 40º semana. Esse fator está diretamente relacionado ao tipo de gravidez gemelar. Só não é possível prosseguir até a 40º semana, se os dois bebês dividem a mesma placenta, ou se a paciente apresenta alguma doença de base ou alteração uterina. Mas existe um risco maior da gestação gemelar evoluir para trabalho de parto prematuro.

Mulheres grávidas de gêmeos não podem ter parto normal

MITO. Principalmente quando a gravidez de gêmeos acontece com duas placentas, o parto normal pode sim, ser indicado. Para isso, a paciente não pode apresentar doenças de base, como pressão alta ou diabetes, e os dois bebês precisam estar encaixados e de cabeça para baixo. A cesariana é mais indicada quando os dois bebês dividem a mesma placenta, para que um não fique sem oxigênio, caso o trabalho de parto se prolongue muito.

Dois bebês, sintomas em dobro

VERDADE.  É muito comum que a paciente apresente sintomas mais intensos nos casos de gravidez gemelar. Isso ocorre principalmente por causa do hormônio HCG, responsável pelos sintomas da gestação. Nos casos de gestação múltipla, os índices desse hormônio aumentam significativamente, dobrando também os sintomas de enjoos durante a gestação.

A genética dos gêmeos sempre “pula” uma geração

MITO. Um dos maiores e mais antigos mitos é a afirmação de que a gravidez gemelar “pula” gerações. A herança genética de gêmeos surge, geralmente, da mulher e nos graus de parentesco diretos.Uma coisa é certa: uma gravidez múltipla exige um pré-natal minucioso e detalhado. É muito importante procurar um obstetra para tirar todas as suas dúvidas. Cuide-se e até a próxima!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários