Gravidez e endometriose: e quando a mulher não descobre a doença até engravidar?

Já falamos bastante aqui no Blog sobre a relação entre endometriose e a dificuldade para engravidar. Mas e quando a mulher só descobre a doença quando já está grávida? É sobre isso que vou falar hoje, sobre as consequências da endometriose na gravidez.Um estudo realizado durante mais de trinta anos na Escócia apontou que mulheres portadoras de endometriose têm 76% a mais de chances de sofrer um aborto espontâneo do que as mulheres saudáveis. Além disso, a pesquisa também comprovou riscos de hemorragia pós-parto e prematuridade.

Muitas mulheres demoram muito para descobrir a endometriose. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o diagnóstico da patologia demore em média sete anos para ocorrer.

Por isso, é muito importante que mulheres que possuem cólicas excessivas, dor na relação, diarréia ou sangramento pelas fezes no período menstrual, infecção urinária durante o período menstrual, por exemplo, procurem um especialista para o diagnóstico e tratamento correto da endometriose. Aquelas que se submetem à cirurgia de retirada de focos da doença e à técnicas de reprodução assistida têm mais chances de obter uma gravidez saudável. Cuide-se!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários