Corrimento vaginal: natural ou risco à saúde?

Olá meninas, tudo bom?

O post de hoje é baseado em muitas dúvidas que eu recebo: o corrimento vaginal.
Em primeiro lugar, é importante que vocês entendam a diferença entre secreção vaginal (que é uma secreção natural da mulher) e o corrimento vaginal. Esse último não é uma condição normal do corpo da mulher, e pode representar problemas de saúde.

A secreção vaginal normal é transparente e tem aspecto de clara de ovo crua, não tem odor, não arde, não coça e não causa nenhum incômodo para a mulher. Esta se torna exacerbada quando se utiliza absorventes diário. Portanto o ideal é “arejar” bem a vulva e vagina (ficar em casa sem calcinha, dormir sem calcinha, podem ser boas opções).

Um corrimento  tipo “leite coalhado” ou amarelado ou esverdeado muitas vezes associado a odor desagradável  é sinal de que a flora vaginal está desregulada, e pode indicar infecção.
O tratamento dependerá do tipo de infecção (seja bacteriana, fúngica, …).
 Ao apresentar corrimento, com qualquer um desses sintomas citados, procure um  ginecologista de confiança para que o melhor tratamento seja realizado.







 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

1 Comentários