Segundo estudo, dormir de lado gera menos riscos ao bebê

Os últimos meses de uma gestação podem ser desconfortáveis, principalmente na hora de dormir. A barriga pode atrapalhar essa rotina e a tarefa nem sempre é fácil. É importante que a gestante encontre uma posição confortável para poder relaxar.

Geralmente, adormecer em uma posição um pouco mais inclinada verticalmente é a solução para muitas mulheres, já para outras deitar-se de lado pode ser a melhor opção. Mas aqui vai um alerta: deitar de costas (barriga para cima) pode aumentar as chances de morte fetal.

De acordo com um estudo publicado no British Journal of Obstetrics and Gynaecology (BJOG), gestantes que dormem de costas podem colocar a vida do bebê em risco. A pesquisa analisou 291 casos de grávidas que apresentaram óbito fetal e 733 casos de gestação com nascimento de fetos vivos.

Este estudo sugere que 3,7% dos óbitos fetais após 28 semanas de gestação estavam ligados à posição materna ao deitar (dormir de barriga para cima) e demonstrou uma diminuição desse risco quando a gestante se levantava na madrugada para ir ao banheiro (pelo menos duas vezes à noite).

Os especialistas ainda não chegaram a uma conclusão concreta do por que isso ocorre, mas os dados da pesquisa sugerem que a posição da mãe, combinada ao peso do feto, exerceria pressão nos vasos sanguíneos, restringindo o fluxo sanguíneo do bebê e sua oxigenação.

Meninas , não entrem em pânico pois durante a gravidez, principalmente, no último trimestre a gestante já tem um sono ruim com dificuldade de fixar uma posição mais confortável (se mexendo muito à noite) além das várias idas ao banheiro, já fazendo com que o risco descrito pela pesquisa acima diminua ainda mais. Isso é apenas um alerta, que posição de lado é melhor tanto para as gestantes quanto para os fetos!  
 
 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários