Sangramentos na gestação

Durante a gravidez qualquer sangramento vaginal traz preocupações e requer cuidados específicos para identificar as causas e o tratamento adequado. As hemorragias durante a gestação costumam acontecer com cerca de 10 a 15% das mulheres. Os sangramentos podem ser classificados em dois grupos:

- Primeira metade da gravidez

Em média, 1/4 das mulheres podem apresentar sangramento no primeiro trimestre, com ou sem cólicas e que pode terminar espontaneamente. Este sangramento pode ser um sinal de: abortamento precoce (até 13 semanas) ou tardio (entre a 13ª e a 20ª semana) e gravidez ectópica (o ovo se implanta fora da cavidade uterina), por exemplo: numa trompa (gravidez tubária).

- Segunda metade da gravidez

Geralmente, são chamados de sangramentos do terceiro trimestre e as causas podem ser: placenta prévia (a placenta se implanta na parte inferior do útero, cobrindo parcial ou totalmente o colo do útero); descolamento prematuro da placenta e rotura uterina (as fibras da parede uterina se rompem).
Sangramentos não devem ser ignorados. A ajuda médica é de extrema importância e nunca deve ser negligenciada, pois quanto mais rápido o diagnóstico, mais rápido será o tratamento.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários