Alguns cuidados antecedentes à gravidez que podem facilitar a sua vida

        Olá meninas! Bom dia!
        Hoje o post é especial para aquelas mulheres que estão pensando em engravidar. Vocês sabiam que existem algumas medidas que podem ajudá-la a ter uma gravidez saudável?
Separamos três dicas para ajudá-la a se preparar para esse momento:

1) Procure um ginecologista e tome ácido fólico
Quando começar a pensar em engravidar é importante procurar imediatamente um ginecologista. O profissional pedirá uma série de exames importantes que poderão dizer se você está ou não apta a engravidar. Enquanto isso, é importante começar a tomar o ácido fólico, que é um componente importante para a formação do tubo neural do bebê.

2) Diminua o álcool e pare de fumar
Se você pretende engravidar é imprescindível cortar todas as coisas que podem ser prejudiciais para o bebê. Diminua a ingestão de álcool e aproveite para largar o cigarro. Além de facilitar a gravidez, você impede desde já que o bebê adquira problemas antes mesmo de nascer.

 3) É hora de entrar em forma
Aproveite o período da gravidez para entrar em forma. Pratique exercícios físicos (caminhadas, yoga, pilates, hidroginástica, musculação) e se alimente melhor (veja abaixo os alimentos recomendados). Ao entrar em forma você tem mais chances de ter uma gravidez saudável e evitar problemas como a pré-eclampsia e o diabetes durante a gravidez. 

 - Alimentos recomendados
Verduras: brócolis, rúcula, couve, agrião, espinafre, escarola, alface, entre outras;
Legumes: cenoura, abóbora, chuchu, beterraba, abobrinha, berinjela, tomate e cebola;
Cereais integrais: arroz, aveia, linhaça, gergelim, centeio, cevada, trigo e massas à base de farinhas integrais;
Oleaginosas: nozes, castanhas, amêndoas, pistache e avelãs;
Óleos vegetais: oliva, canola, girassol, algodão, milho, gergelim;
Leguminosas: feijões, grão-de-bico, ervilhas, lentilhas e soja em grãos;

- Alimentos a serem evitados
Laticínios: queijos amarelos, leites e iogurtes com alto teor de gordura;
Gorduras saturadas: banhas, manteigas e gorduras provenientes de produtos animais;
Carboidratos refinados: pães, biscoitos doces ou salgados, macarrão, massas e cereais preparados com farinha refinada (branca);
Doces industrializados, biscoitos recheados e produtos à base de açúcar refinado;
Alimentos industrializados, enlatados e processados congelados.








 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0 Comentários